Dalumelo's Instagram Audience Analytics and Demographics

@dalumelo

United States

💛 coração, cabeça e sorriso aberto 👩🏻‍💼 mãe, jornalista e criadora digital ⚡️CMO @luzcriacoes 👩🏻‍💻 Founder @teladeconteudo 📍 JP
con▓▓▓▓▓@gmail.com
La Jolla
United States

Business Category

-

StarNgage Profile

Free Promotion Count

0

Paid Campaign Count

0

Get Our Influencer Rate Card Today!

A brand new way for you to compare the rates of influencers across the world.

Learn More

PROFILE OVERVIEW OF DALUMELO

Average engagement rate on the posts is around 2.30%. The average number of likes per post is 597 and the average number of comments is 37.

39.34% of the followers that engaged with dalumelo regularly are from Brazil, followed by United States at 11.48% and Italy at 8.2%. In summary, the top 5 countries of dalumelo's posts engager are coming from Brazil, United States, Italy, Israel, Tunisia.

Check dalumelo's audience demography. This analytics report shows dalumelo's audience demographic percentage for key statistic like number of followers, average engagement rate, topic of interests, top-5 countries, core gender and so forth.

Followers
27,147
Avg Likes
597
Avg Comments
37
Posts
2,064
Global Rank
-
Country Rank
-
Category Rank
-

GENDER OF ENGAGERS FOR DALUMELO

Female
0 %
Male
0 %

AUDIENCE COUNTRIES OF DALUMELO

  • Brazil 39.34 %
  • United States 11.48 %
  • Italy 8.2 %
  • Israel 4.92 %
  • Tunisia 4.92 %

RECENT POSTS

821 18

Às vezes, tudo o que a gente precisa é se desconectar pra recarregar. Esquecer os likes e ficar on pra vida. Boa semana pra gente! ✨🙏🏽

1,361 97

Quantas vezes você se negou hoje? A gente se nega quando não fala o que pensa pra evitar julgamento. Quando toma decisões que ao invés de nos expandir, nos mutila. A gente se nega quando deixa de fazer algo por nós, pra fazer pelos outros. Quando se coloca em último lugar na lista de prioridades. Quando deixa de cuidar da saúde física e mental. Quando confunde autoamor com vaidade e autocuidado com egoísmo. A gente se nega quando não faz aquilo que ama. Quando se permite viver situações que não precisaria. A gente se nega quando vive relacionamentos tóxicos e amizades rasas. A gente se nega quando não se faz presente em família e quando se faz presente em qualquer lugar sem querer. Quando perde a chama. Quando não aprende a dizer não. Quando se desconecta de quem se é pra viver da expectativa alheia. A gente se nega quando se olha no espelho e não se reconhece. Quando fecha os olhos e não se vê. Já parou pra pensar quantas vezes você já disse não pra si mesma hoje?

322 41

Quando a gente sente que o universo faz de tudo pra sua jornada seguir seu percurso. . Eu tinha me prometido nunca mais voltar a trabalhar numa empresa, que não fosse a minha. Recusei tantas propostas que até me perguntava se eu realmente tava fazendo a escolha certa. Até que chegou a @luzcriacoes e me veio à oportunidade de fazer tudo o que eu já acreditava, só que dessa vez com um impacto muito maior. A primeira tentativa veio no início do ano, ainda não era a hora, mas sabia dentro de mim, que muita coisa ainda tava por vir. Aí veio a pandemia, novos modelos de trabalho, propósitos e eis que a @luzcriacoes volta com tudo no meu caminho, fazendo mais sentido do que nunca. Conectar pessoas, gerenciar histórias, promover transformação através de experiências: assumir a gerência de marketing daqui foi o maior desafio e o melhor presente ao mesmo tempo. Brigada @willfonsecaa por não ter desistido dessa parceria. A vida tá uma loucura, mas certeza que o que vem por aí vai ser incrível! Estamos juntos nessa! #TimeLuz #TimeTela

807 34

Dos stories pro feed, dentro do carro, esperando a bebê terminar o cochilo pós praia pra deixar na memória como eu amo tudo o que somos e o que a gente construiu juntos. Toda a nossa jornada, as infinitas experiências que vivemos em quase 6 anos nos fortalece e nos prepara a cada dia pra realizações ainda mais grandiosas. Somos lindos e transbordamos juntos. Obrigada por partilhar a vida ao meu lado, por ser meu guia, meu pé no chão, minha fortaleza. Te amo abusinho! ❤️

440 39

Olhando aqui a janela e pensando: Último dia do mês, em contrapartida, primeiro dia da semana. Pra que a gente nunca esqueça que não importa se um ciclo está se fechando, é sempre tempo de recomeçar. Minha palavra escolhida pra essa semana foi: Foco! Pra que eu não perca de vista meus objetivos e sempre tenha em mente a direção certa de onde devo olhar. Uma semana bem maravilhosa pra gente. Cheia de realizações !

702 44

Quantas versões de si você já se permitiu ser?! Eu perco as contas de quantas personalidades e estilos cabem dentro de mim num único dia. Esses dias tava olhando o meu guarda-roupas e percebendo quanta roupa diferente tem ali. Nem parece da mesma pessoa. Mas a real é que eu nunca tive um estilo só. Ele muda com meu humor, com a ocasião, com objetivo. Vou de um salto alto a um tênis e sandália rasteira em dois minutos usando a mesma roupa. E se tem uma característica que me identifico quando falo de roupa, é versatilidade. Amo poder reusar as mesmas peças em contextos diferentes. E sou daquelas que quando gosto, como uma de cada cor. Não me julguem. Mas o mais importante de tudo isso, é perceber que se vestir tbm é uma forma de se comunicar. Não apenas quem você é pro mundo, mas quem você é pra si mesma. É importante entender que uma roupa não vai fazer você passar credibilidade se você não estiver preparada pra tal. Um acessório não vai te trazer confiança, se você não a tem. Uma maquiagem não vai te fazer bonita, se você não se sente bonita sem ela. Um salto nunca vai te fazer mais mulher foda, se você não se encarar como uma. Hoje tive três reuniões, ambientes diferentes. Alternei o mesmo look com tênis, rasteira e salto. Me senti maravilhosa em todos. E pedi pra @johnymedeiros_ registrar esse momento que me arrumei pra falar sobre o que pensei sobre isso. Se permita ter várias versões e se encontrar em cada uma delas. [créditos na foto]

297 27

Mais uma semana que começa e embora já seja tarde da noite, ainda é segunda-feira pra mim e não queria dormir sem antes dividir uma palavra poderosa que tem me feito refletir e agir muito nos últimos dias: autorresponsabilidade. Eu sempre falo muito por aqui de respeitar o seu tempo, o tempo das coisas, os processos, mas parei pra pensar o quanto é importante a gente se observar e perceber se a nossa inação não está por trás desses tempos que muitas vezes se tornam apenas justificativas sabotadoras nas nossas vidas. Falo isso, porque diversas vezes me peguei usando esses argumentos como desculpas para não fazer as coisas que eu queria ou deveria fazer acontecerem. Por isso, tenho internalizado que Autorresponsabilidade pra mim é sair da posição de vítima e assumir os riscos de ser protagonista dos meus atos para alcançar meus objetivos. O que a gente não pode mudar, não adianta reclamar, culpar ou explicar. Ao invés disso, tenho me feito as perguntas: o que posso fazer pra mudar isso? O que isso diz sobre mim? Onde eu estou errando? E isso vale pra tudo: seja pra tirar um projeto da gaveta, seja pra começar um novo hábito, seja pra aprender algo. Você está dando realmente o melhor de si ou está se escondendo atrás das suas desculpas? Quando a gente deixa de apenas querer e passa a se comprometer com o que deseja, a gente assume a responsabilidade de diariamente tomar atitudes que se façam cumprir aquele objetivo. A qualquer hora, em qualquer lugar, sob qualquer circunstância. Tenho tentando me lembrar rotineiramente que ninguém, nunca fará o que só eu posso fazer por mim mesma. Então aja. Movimento gera ação e ação conduz a resultados. Resultados trazem realização. Eu não sei qual é a sua realidade, mas vale a pena se perguntar todos os dias: estou fazendo o melhor que posso por mim hoje? E se ouvir uma justificativa interna, pergunte-se de novo até escutar sua verdadeira voz. E enquanto a resposta for não: que você tenha autorresponsabilidade para mudar.

353 31

Amo livros. O passar das páginas, o cheiro a experiência de embarcar numa leitura e nunca mais sair a mesma. Sempre aprendo algo novo e me encontro em outras histórias. Recentemente voltei a um dos hábitos que mais amava fazer e percebi o Quanto pra mim o toque que é insubstituível. Amo rabiscar, escrever, sublinhar. E voltar ali de vez em quando pra revisitar pensamentos. Seria sonho ter um só meu? Feito por mim? Minhas histórias. Vivências. Experiências. Meu mundo? “Calma, não é pra tanto” eu até podia escutar a voz da minha autosabotagem falar no meu ouvido. Quantas vezes a gente adia ou cancela sonhos por achar que não somos capazes? Tenho grandes ídolos e “me comparar” a qualquer um deles, era um caminho no mínimo sem noção. Até me dar conta que não precisamos nos comparar, porque nunca vamos ser iguais. Parece óbvio, mas afixos demora a cair como deve. Quando me percebi escritora, me libertei. Dei-me conta que não preciso ter o primeiro livro pra ser uma. Preciso apenas colocar em palavras aquilo que transborda em mim. Sinto, logo escrevo. Escrevo pra aliviar a alma, pra me conectar comigo, pra registrar memórias e reviver sentimentos. Minha voz é meu trabalho, minhas palavras a minha verdade, minha intuição é minha guia. Escrevo pra que um dia, eu possa ler a mim mesma. A primeira página foi aberta. Permita-me contar minhas histórias. Quem sabe você se reconheça nelas. ✨ Meus textos não cabem mais só no digital. Quero poder me ler em páginas. Dando início a mais um sonho e compartilhando com vcs por aqui. 🙏🏽💛 Grata por todas as mensagens de incentivo. Fotografia por : @isadiniz.foto Look comfy: @itsa.br #cronicasdamadrugada #meurespiro

1,265 117

Já devia estar dormindo e depois de uma dia longo de trabalho, me encontrei nessa foto. Livre e leve. Sem roupas, maquiagem, produções, sem atuações. Só eu e quem sou pelo olhar daquele que enxerga a naturalidade em mim como ninguém @johnymedeiros_. 🖤 No dia em que tirou essa foto, ele me viu sair do banho e me pediu pra pousar. Eu nunca nego a experiência desse desse momento. ✨ Pensei várias vezes se deveria ou não postar, mas parei pra repensar o porquê de termos tanto tabu ao falar sobre a nudez. Nos ensinaram a desaprender que ela é natural. Nascemos assim e ao longo do tempo somos obrigadas a enxergar nossos próprios corpos como objetos de desejo, de prazer. Mas Por que? Se não somos capazes de nos sentirmos à vontade vestindo a nossa própria pele. Pra quem? A quem nosso corpo deve servir se não a nós mesmas? Antes de sermos corpos, somos vidas e cada curva e marca é uma experiência. Corpos não são tendência, nem objetos, são histórias e revelam muito mais sobre nós mesmas do que qualquer pessoa vai conseguir enxergar um dia. A nudez é a nossa essência. Não deveríamos sentir vergonha ou medo de expô-la naturalmente. Se não somos capaz de encara-lá de frente, aceitá-la e sermos felizes, quem será? A partir de hoje, te convido a fazer um exercício diário: olhe-se no espelho nua e tente não procurar seus defeitos físicos. Sim, eles irão continuar lá, mas Qnd o olhar atravessa esse plano e lembra de tudo o que você e seu corpo já viveram juntos... você se liberta. Das cobranças, dos padrões, dos olhares, dos julgamentos. Por simplesmente saber que mais que sua casa, seu corpo é seu abrigo. Dispa-se de si e permita-se antes de tudo. A liberdade e aceitação que você tanto procura vem de dentro pra fora. Um corpo é só matéria e todos nós temos um. Ensinue-se. Em si, nue-se. Dispa-se de si. De dentro pra fora. E sempre. Fotografia: @johnymedeiros_ ❤️

456 10

Os papais das nossas vidas! Nossos heróis, aqueles que sempre deram tudo de si pra que nos tornássemos quem somos hoje. Gratidão pelas suas lutas. Temos muito orgulho das suas histórias. Sem vocês, nosso mundo não teria tanta força e proteção! Amamos vcs! ❤️ . #diadospais2020

481 25

Lembro de um tempo em que eu sonhava ser a apresentadora do @globoesporte. Eu vivia pra fazer aquilo. Sempre amei minha profissão como jornalista e comunicadora e sempre amei esporte. Parecia a combinação perfeita. Até que depois de 7 anos trabalhando em redações tradicionais eu percebia que aquele ritmo de vida não me deixava feliz. Que eu até amava meu trabalho, mas eu tbm queria poder aproveitar a vida e não só trabalhar. Eu tinha crescido com esse modelo mental de trabalho em primeiro lugar e pra mim ele não fazia sentido. Não era essa vida que eu queria pra mim. Queria acima de tudo viver tbm. Quando tomei a decisão de sair dos veículos de comunicação pra trabalhar de forma independente, lembro dos olhares e das falas que eu ouvia: “você tá no lugar onde a maioria gostaria de estar, se tivesse começando como você”, “você está perdendo oportunidades”, “você está sendo jovem e imatura”. Que bom que eu fui. Que bom eu segui minha intuição e logo cedo desisti daquilo que eu sabia que não me traria sentimentos de felicidade no futuro. Naquele momento, parecia perfeito, afinal, que jovem não queria que seu início de carreira fosse num dos veículos de maior credibilidade? Mas quando eu olhava pra frente, me via aprisionada. Sem poder desfrutar de momentos que considero importantes viver. Sem liberdade pra escrever sobre o que eu pensava, pra trabalhar nos horários que mais se adequassem a minha realidade, pra poder ter finais de semana livre pra viajar, festejar ou só descansar mesmo, pra ter a independência financeira que eu considerava ideal pra mim. Quando olhava pra frente, não via esse sentimento de felicidade em mim. Olho pra minha história com uma enorme gratidão por tudo o que construí e que não construí tbm. Porque sei que foi necessário pra que eu hoje pudesse projetar no mundo a minha mensagem através do meu trabalho com a liberdade que eu preciso ter e viver. Mudei meu lead pra ter direito de escolha. Hoje sou livre pra trabalhar com O QUE quero, com QUEM quero, COMO eu quero, ONDE quero, PORQUE quero e o melhor de tudo: sendo quem eu sou. Não há nada como o prazer da liberdade pra uma sagitariana. Foto: @yagokennedyfotografo

322 13

Tenho me olhado diariamente no espelho. Mas não com aquele olhar raso de quem admira a própria beleza ou enxerga os próprios defeitos. Um olhar mais profundo, procurando respostas pra uma única pergunta: O que me falta pra me tornar quem quero ser? No meu caso, voltar a ser quem sempre fui e me reconectar com meus valores e estilo de vida: Que valoriza o trabalho, mas acima de tudo minha saúde física e mental. Dentro de mim, várias respostas, mas uma delas parece gritar mais alto: persistir. Sou ótima em começar coisas para mim mesma, mas não tão boa em terminá-las. Coloco sempre tudo e todos a minha frente e quando percebo, lá to eu de novo, precisando olhar pra mim. Alguém mais se identifica? Essa semana criei um compromisso comigo mesma. Voltar a ter pelo menos três hábitos diários que me fazem sentir mais perto de quem sou/de quem quero ser: Me exercitar diariamente, meditar e ler. Toda segunda-feira vem acompanhada de um sentimento de renovação e recomeço. Bora aproveitar essa energia pra fazer isso por quem mais merece: Nos mesmas. Tenho certeza que nossa semana vai fluir melhor. Vamos juntas? 💛✨ O exercício do espelho foi sugerido pela minha terapeuta de Reiki @vera.lima.12 do @espacodoequilibrio_ e tem trazido transformações diárias por aqui. 💜🙏🏽 Boa semana pra gente!

PEOPLE ALSO VIEWED

Looking for the next influencer in United States to work with?
Have you considered to work with the following influencers?

16.6K
64 / post
2.00 %
United States Art, Design
3.3K
427 / post
2.90 %
United States Photography, Nature & Outdoors, Architecture, Travel
1.6K
-
12.80 %
United States Fashion, Lifestyle, Travel
2.1K
189 / post
0.09 %
United States
27.4K
-
-
United States Events, Travel, Adventure, Photography
89.8K
-
3.40 %
United States Fashion, Modeling
36.8K
-
6.70 %
United States Actors, Modeling, Music
1.2K
-
2.20 %
United States Modeling, Art
22.7K
424 / post
0.70 %
United States Food, Recipes, Cooking, Fashion
1.8K
41 / post
2.90 %
United States Film, Music & Books, Art, Humor
6.4K
81 / post
2.80 %
United States Film, Music & Books, Humor, Celebrities
18.5K
136 / post
3.00 %
United States Actors, Modeling, Music, Film, Music & Books, Humor
17.3K
-
4.50 %
United States Coaching
3.2K
95 / post
4.00 %
United States Celebrities, Fashion
76.7K
-
2.00 %
United States Ski, Snowboarding, Mountain